quinta-feira, 29 de março de 2012

I Wish...

Óculos de Sol YSL,
pvp 275 euros

Sandálias YSL,
pvp 595 euros

E hoje acordei com uma vontade imensa de pintar esta minha espera(nça) de cores garridas e vibrantes. Mais condizentes com este meu (novo) estado de espírito... é bem verdade que este sol e estes dias iluminam qualquer um (e o que eu andava a precisar desta luz!!), mas não é menos verdade que estou mais disposta do que nunca a apreciar aquilo que me tem sido concedido, a viver as mil coisas boas que tenho na vida. A tal notícia (aquela cuja espera me vem atormentando) há-de chegar... eu sei que sim. Não vale a pena atormentar-me ainda mais e levar comigo os outros. Não é??


segunda-feira, 26 de março de 2012

E o que eu gosto de Xadrez??


Da Lanidor kids...

My Precious #39

Depois de ter cortado o cabelo pelos ombros era impensável viver sem um destes. É milagroso... deixa-me o cabelo tal e qual como pretendo: esticadinho esticadinho ou então, com uma leve ondulação (sim, é possível fazer-se com este aparelhito...).
Já que não posso ter as unhas como quero (sempre tratadíssimas e bem pintadas) tenho o cabelo, ora pois!


quinta-feira, 22 de março de 2012

Mummy's Little Girls

Camisola Zara,
pvp 12,95 euros

Calças Zara,
pvp 12,95 euros
Love it!!

Hoje vai ser assim...

Imagem

vá, mais ou menos... (só nos faltam as Chanel...).
Após uma desmarcação por motivos de força maior (Marias doentes) vamos finalmente (re)encontrar-nos, pôr a conversa em dia e matar saudades.

Outras sandalinhas

...igualmente catitas. Do sítio do costume, pois claro!

Sandálias Fucsia,
Zara,
pvp 49,95 euros

Sandálias fivelas,
Zara,
pvp 55,95 euros

Sandálias cobra,
Zara,
pvp 49,95 euros

quarta-feira, 21 de março de 2012

Jeffrey Campbell

Foxy...



Gosto, gosto muito... Se as Lita não me convenceram, nunca perdi aquele mixed feelings que me impediu de sequer as experimentar, as Foxy deixaram-me rendida. Gostei destas assim que as vi.
Cada vez mais me sinto descrente na humanidade... talvez seja eu que não tenha muita sorte e tenha tropeçado em gente mal formada em maior número do que algum dia calculei exitir... porém, hoje soube de um episódio que aumentou a minha descrença. Não se passou directamente comigo mas dado os laços que nos unem, é como se tivesse sido. E o que eu lamento que esta gentinha ainda assim, vá conseguindo levar a sua avante.

Desabafo

Gostava mesmo mesmo muito de aqui publicar um certo e determinado texto que escrevi e que entretanto apaguei para não cair em tentação. Tenho curiosidade em saber a vossa opinião... descobrir se eu é que serei a malvadona, porém, não posso... A minha consciência, o respeito que tenho pela outra pessoa e a educação que me deram não mo permitem. (Desculpem, mas tinha mesmo de desabafar e escrever qualquer coisa sobre o tema).

terça-feira, 20 de março de 2012

This shoes are (not?) made for walking

Sandálias Jimmy Choo,
pvp 750 euros,
disponíveis em www.net-a-porter.com


Porque para mim as estações mais quentes rimam sempre com (muita) cor, não consegui resistir-lhes...
sou fã confessa de sandálias compensadas e estas fariam as minhas delícias.

Welcome...



My Precious #38

Pó Iluminador Guerlain,
Sun In The City,
Collection S/S 2012,
pvp sob consulta
(comprei o meu com desconto e
 já não me recordo com precisão do valor,
 mas ronda os 60 euros...)
Comprei-o para um fim específico e conhecendo a marca em causa como conheço sabia que corria o risco de me apaixonar e não mais o querer largar, mas confiei que os outros pós que já tinha também marcariam a sua presença. Nada disso. Este pó é absolutamente magnífico!! estou mais do que rendida... para já uso-o apenas para conferir uma certa luminosidade ao rosto, certa, porém, de que no Verão irei abusar mais um pouco das suas valências e que por essa altura seremos (ainda mais) inseparáveis e que esta será a única coisa que não dispensarei.

segunda-feira, 19 de março de 2012

E no entretanto o blogue fez um ano...

... na sexta-Feira.  No meio de tanta azáfama a data passou completamente despercebida... mas acho que tal acontecimento é digno de nota. 
Nunca pensei que fosse gostar tanto, que ter um blogue me fosse ser tão prazeroso... pensei por diversas vezes que me iriam faltar as palavras e situações, ou  a vontade de escrever, mas não... e isso deve-se em parte (em grande parte) a todas vocês. A todas aquelas que por cá passam e têm algo a dizer: o meu sincero, muito obrigada... 
O blogue nasceu porque estava por casa, a ser mãe a tempo inteiro e senti necessidade de ter uma janela para o mundo, de ocupar a minha cabeça com algo que não fosse única e exclusivamente a maternidade. Devo dizer, no entanto, que grande parte da piada de se ter um blogue é ter leitores...saber que há alguém interessado no que escrevemos e publicamos; a troca de ideias e experiências, e isso só é possível por vossa causa. 
No meio disto tudo só lamento não o ter iniciado quando estava grávida e dispunha igualmente de tempo... peripécias e aventuras  não me faltaram e este cantinho ter-me-ia servido de terapia também naquela altura.

Imagem

Há precisamente um ano escrevi este post e é com imensa alegria que o sinto inteiramente actual. Agradeço profundamente ter-te a meu lado, pelo pai e pelo homem que és.
Tenho muita, muita sorte, não só por o ter encontrado mas por ter também um pai fantástico, que sempre me soube guiar e apoiar em todas as decisões; um pai que é agora um avô babadíssimo e extremamente dedicado.
Que tenham um dia muito feliz, porque realmente merecem!

sábado, 17 de março de 2012

Ontem conseguimos ter um jantar tranquilo (dentro daquilo que podemos considerar tranquilo quando se tem duas filhas pequenas...) fora de casa, muito por causa das condições que o Marshopping proporciona aos pais. Vejamos: têm cadeiras para os mais pequenos em número suficiente, um espaço dedicado à preparação da comida dos mais novos toda catita que até babetes de papel disponibiliza e que têm uma protecção plástica que impede que fiquem molhados. Tem, ainda, fraldários com óptimas condições - que incluem, nomeadamente, música ambiente adequada para mães que ainda amamentam. Pode parecer que não, mas são estas pequenas coisas que fazem a diferença, proporcionando conforto e um jantar tranquilo a pais e filhos. Assim sim...

sexta-feira, 16 de março de 2012

Sabemos que é para sempre (ou que, pelo menos, tem tudo para dar certo) quando na confusão e agitação (rima e é verdade) que é a nossa vida arranjas tempo para dizer que sou a tua inspiração. Quando, e apesar de termos sempre tanto que fazer, encontras 5 minutos para me dares atenção. Quando ouves as minhas loucuras e devaneios divertido, sem os desvalorizares, enxotares ou rires-te de mim. Porque adoro a tua maneira de ser e a cada dia tenho mais certeza que sem ti a minha vida não faria sentido. 

quinta-feira, 15 de março de 2012

Marias

Segunda-feira foi dia de pesagem, fomos ao peditra só para descansar esta mãe que depois de as  ter doentes quis saber se no entretanto tinham voltado ao percentil a que pertencem no que respeita ao peso. Quanto a isto tudo ok (MB engordou, em menos de mês e meio, 500 gramas e a MF 300), aliás tudo OK no que concerne ao crescimento das minhas crias (Graças a Deus!). 
O peditra diz que estão muito desenvoltas (eu diria antes: umas traquinas de primeira). Como se não bastasse a MF ter-se urinado enquanto estava ao meu colo (não vamos por aí pf...) e assim ter destruído os planos que tinha de darmos um passeio antes do regresso a casa, decidiram presentear-nos com as suas mais recentes graçolas: MB não descansa enquanto a pessoa que "seleccionou" (no caso em concreto a enfermeira, que foi amorosa...) não lhe retribui o olhar e logo em seguida um "olá", devo alertar  que a miúda é persistente e como tal não desarma à primeira. Observa a "presa", sorri e faz um ar dengosíssimo para a cativar...
A MF também exige atenção, e quando não a tem começa: "olha olha olha" não me perguntem porque não faço ideia onde aprendeu, nem com quem (e confesso que se não fosse a cara com que o faz e o modo como diz, eu não acharia graça nenhuma, aliás, isto é coisinha para ser devidamente corrigida...).
Os diálogos e brincadeiras entre elas (que nos deixam absolutamente fascinados) cada vez se repetem com mais frequência e juro que é absolutamente delicioso!
Ontem a tia L. ralhou à MF que começou a chorar (tanto mimo!!) e logo de seguida e por pura solidariedade, a MB também se fez ouvir alto e a bom som. Como diz o pai: "elas pertencem a uma seita" e a união que ali vislumbro não quero perder de vista nunca.
A MB faz aquilo a que eu chamo "os olhinhos do amor", pestaneja enquanto sorri da forma mais meiga que lhe conheço, basta que eu lhe dirija um olhar assim e ela retribui, ou então digo: "faz olhinhos do amor à mamã" et voilá!
A MF é a miúda mais ternurenta que conheço... adora encostar a cabeça à mana, dormir colada a ela e fazer-lhe festas... então agora que dão beijinhos, é uma ternura! mas não é só com a mana, connosco é igual, somos presentedos constantemente com abracinhos... e é tão bom, tão inacreditável pensar que são parte de nós, o quanto já cresceram e evoluíram... Se disser que este sentimento é o melhor do mundo e que compensa todas as birras e o cansaço imenso, acreditem que não estou a mentir. É realmente fabuloso.

Life. Oh Life... #2

Imagem

quarta-feira, 14 de março de 2012

Hoje é um dia muito feliz, uma das mulheres que mais contribuiu para me tornar na pessoa que sou, festeja mais um ano de vida (e acreditem que já são muitos)... não calculam como gostei de falar com ela e perceber que no meio de tantos esquecimentos provocados pela (maldita) doença nunca se esquece de mim, de quem sou, nem sequer do meu nome... nunca olvidando, também, "as meninas".
Esta é uma grande mulher, um dos pilares da minha personalidade e por isso, espero que tenha um dia muitíssimo feliz, sendo certo que Domingo haverá bolinho e outras coisas mais... ieii!!
  

Notas Soltas #21

Top plissado Zara,
pvp 29,95 euros

Calções veludo Uterqüe,
pvp 149 euros

Carteira envelope Uterqüe,
pvp 129 euros

Sabrinas Chloé,
pvp 395 euros

Pulseira Pekan com medalha em prata,
pvp 98 euros
disponível em www.lojadas joias.com

(in)Contactável

Preciso de um telemóvel novo com urgência. O que tenho actualmente volta e meia fica "apático" e pede que coloque o cartão SIM que já se encontra devidamente posicionado. Não me permite aceder aos contactos que pretendo e fica bloqueado quando mais preciso dele.
Não precisa ser um iphone (nem um blackberry), eu cá gosto dos Nokia, com os quais me entendo na perfeição, mas preciso mesmo de um que funcione; isto porque estou descansada da vida a pensar que ele está funcional, que estou contactável e só me apercebo que está em modo "pause" quando já tenho uma série de chamadas perdidas e sms em caixa. E fico sempre em pânico, com medo que seja algo relacionado com as crias e por isso, agora estou constantemente a olhar para o dito cujo como que a certificar-me de que ainda está "vivo". Isto não é vida...

terça-feira, 13 de março de 2012

Acreditar



Porque volta e meia desespero e perco o norte preciso de energias positivas, de me centrar no essencial e agradecer o tanto que tenho. Há que acreditar que melhores dias virão, que a tão desejada notícia acontecerá. Pode não ser hoje, nem amanhã, mas em breve (fingers crossed), há que acreditar que em breve, terei um novo alento para continuar a lutar.

My Precious #37

Carteira Proenza Schouler,
pvp 1,610 euros
disponível em www.net-a-porter.com

Moda Lisboa

A cada edição da Moda Lisboa o número de pessoas cujo objectivo principal é aparecer aumenta, o desejo de ser fotografado é tão grande que há pessoas capazes das coisas mais absurdas para obter os seus 2 segundos de fama (sim, 2 segundos dado que no mundo da moda a coisa é sempre mais efémera...) mesmo que não seja pelos melhores motivos, o importante é aparecer e ser notado.
Ora eu vi coisas que, juro, não lembra a ninguém (a não ser a alguém que para além de muito excêntrico tem uma necessidade desmedida de se fazer notar), até ontem, por exemplo, eu estava convencidíssima de que um ele era uma ela. Pois que para mim (e friso o para mim) isto não é ter estilo,  não é ser trendy nem sequer é estar na moda ou querer ser diferente, é gostar de ser falado (independentemente do discurso ser negativo).
Um evento destes deve realmente (e na minha modesta opinião) dar a conhecer gente, mas gente que se saiba vestir, que faça conjungações diferentes mas interessantes, com potencial, que sobressaiam por entre a multidão não porque andam com um collant na cabeça  mas porque têm uma irreverência positiva, porque acrescentam qualquer coisa à moda e não porque lhe deturpam o sentido ou lhe conferem um aspecto fútil, banal e em alguns casos eu diria mesmo, rídiculo. Lamento que se dê tempo de antena a  estas pessoas, pelo simples facto de se vir a associar tais imagens a uma edição de moda (portuguesa by the way!) e por assim, conferirem à mesma uma imagem muito pouco fashion...
Mas isto sou eu que para além de não perceber nada de moda, devo ser muito retrógrada...

segunda-feira, 12 de março de 2012

Não sei bem ao que se deve, mas ontem descobri que tenho uma série de mini borbuhinhas à volta dos lábios e ao lado das narinas. Uma coisa estranhíssima. A única explicação que encontro é ter feito reacção a um dos cremes que experimentei este fim-de-semana (a qual não sei e garanto que não quero saber... é que não voltarei a usar nenhum dos dois para descobrir qual deles é o culpado, isso garanto!) ... O drama é que isto tem mau aspecto, dá mau aspecto e não é facilmente encoberto pela base... eu que tanto prezo a minha pele, tenho a cara num mísero estado... Que esta coisa/praga passe rapidinho é o que desejo.

domingo, 11 de março de 2012

E eis que o nosso fim-de-semana chegou ao fim. Acabamos de chegar de Lisboa, até onde rumamos para mais um Moda Lisboa (mas sobre isso falo depois...) e o que eu gostei deste fim-de-semana... foi bom sermos só dois por dois dias... oh se foi!! Mas foi igualmente bom chegar a casa e ser recebida por um sorriso rasgado (a MF já dormia), muito mimo e abracinhos. Tão boomm...
Um obrigada gigantesco aos melhores pais e avós do planeta, sem os quais seria impossível mantermos a nossa sanidade mental. 

quinta-feira, 8 de março de 2012

Adenda

No post anterior é a actos como este e a mulheres como Abigail Adams que me refiro. Um obrigada à Luna, pois foi por intermédio deste seu post que fui ter aqui.

Do Dia Interncional da Mulher

Parece-me que este dia serve (ou deveria servir) para que as conquistas levadas a cabo por algumas mulheres extraordinárias não fossem esquecidas pelas restantes. Julgo que tais feitos nos devem servir de alento, essencialmente para que outras vitórias se desenhem; e por isso, para mim, faz todo o sentido que exista este dia... para que nunca baixemos os braços, para que elas nos sirvam de inspiração.
Não vejo esta data como algo discriminatório ou atentatório, nem tão pouco como uma circunstância (por si só) evidenciadora das diferenças entre os géneros; sendo certo, porém, que minimizá-las só depende de nós e que a solução não reside na erradicação da data. 
Convém, ainda, lembrar que elas, as outras mulheres, as tais que denomino de extraordinárias, já fizeram o mais difícil: deram o primeiro passo.

Who run the World??

Imagem
GIRLS!!

Para começar bem o dia

... nada melhor do que me esquecer das chaves do escritório em casa, logo hoje que sei que o local de trabalho estará deserto durante a manhã.

terça-feira, 6 de março de 2012

Hoje senti ainda mais a falta de uma pessoa que marcou a minha vida em muitos (tantos...) sentidos... Hoje faz-me falta o seu abraço e as suas sábias palavras... aquele conforto que delas advém. A certeza de que tudo vai correr bem.
Hoje é um daquele dias em que preciso mesmo de chorar para, assim, libertar a ansiedade, a raiva e a dor que estão aqui e que por cá têm andado...
Estou farta de fazer de conta que tenho tudo controlado, que tenho um esquema traçado, um plano b delineado. Não tenho... não tenho, porque esta minha escolha é o meu plano, sempre foi... esta opção é e sempre foi o meu plano a,b,c e d... pelo que, me sinto desorientada, não tenho nada, absolutamente nada sob controlo. Sinto-me perdida. Tiraram-me o norte e sem ele, não sei para onde rumar.

amanhã, talvez, me sinta outra vez capaz de arregaçar as mangas e lutar, mas hoje, hoje não...

Estou viciada em bolachas Maria. Eu e elas. Eu como até me fartar, elas comem as que entendermos por bem, ainda que a Bé aponte para a despensa e peça incessantemente pápa...
A MB tem o cabelo encaracolado, eu e o pai dizemos que fez uma mise porque os caracóis surgiram do nada e lá anda ela de laços e lacinhos, numa tentativa de domar os ditos cujos. O cabelo da MF é por sua vez, super liso ainda que tenha vontade própria, uma vez que apenas é possível penteá-lo para um dos lados. Não sei se já disse, mas acho que se não fosse o nosso carrinho, que de imediato divulga que ali se fazem passear gémeas, ninguém diria.
Elas são realmente diferentes e o que eu adoro que assim seja.
Todos os dias nos encantam com as suas (para nós) extraordinárias competências, agora falam entre elas num dialecto difícil de compreender mas que para elas parece fazer todo o sentido, divertem-se muito juntas e volta e meia estão a trocar beijinhos e abraços. E o meu pobre coração materno fica aconchegado, quentinho e orgulhoso. Vê-las crescer é tão bom. Tão bom, tão bom...